Dussantus: “Liminar para obra de contenção na Praia Saco não é vitória só de Gilson Andrade”.


Na manhã de hoje, 02 de março, o radialista Luiz Carlos Dussantus, durante o Jornal da Xodó 1ª Edição, na Xodó FM, frequência 101,5, fez duras críticas a veiculação da notícia no site da prefeitura dizendo que o prefeito Gilson Andrade seria o responsável pela liminar que autoria a construção da obra de contenção para proteger a capela de Nossa Senhora da Boa Viagem, localizada na Praia do Saco.

Para Dussantus, falta humildade à gestão do prefeito e para isso utilizou na mensagem do dia uma frase de Mahatma Gandhi: “O dinheiro faz homens ricos, o conhecimento faz homens sábios e a humildade faz grandes homens”.

“O sentimento de humildade, precisa chegar às pessoas que representam o poder municipal da cidade de Estância. A vitória em Recife em que os desembargadores concederam a liminar permitindo que a Prefeitura obviamente faça aquela contenção, não é uma vitória do prefeito Gilson Andrade, como diz a nota oficial da PME e sim um conjunto de envolvimentos: de pessoas, de vontades, de poderes… todos lutando pela mesma causa”, disse Dussantus.

Além da presença do prefeito Gilson Andrade, estavam na reunião a Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE-SE), Susana Azevedo; o assessor jurídico do TCE, Marcos Brito; o padre Genivaldo; o assessor jurídico da Diocese de Estância, Everaldo Carvalho; e o Deputado Estadual Capitão Samuel.

A igreja, construída pelos jesuítas no século XVI,  é de propriedade da Diocese de Estância e é um marco da história de Sergipe por ter sido reconhecida como patrimônio histórico-cultural do município. Em meados de fevereiro, a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) havia entregue ao MPF – Ministério Público Federal o parecer técnico do estudo feito para a realização de uma obra de contenção na igreja, que está ameaçada de destruição pelo avanço das águas do mar já faz um bom tempo. Porém, uma ação do Ministério Público Federal impede a realização de quaisquer obras na Praia do Saco, nas áreas consideradas de preservação permanente.

https://g1.globo.com/se/sergipe/noticia/justica-autoriza-demolicao-de-igreja-do-seculo-xvi-em-estancia.ghtml

Com os esforços conjuntos de vários setores e pessoas, especialmente dos moradores que se mobilizaram fazendo vídeos e um abraço coletivo ao redor da capela, como também da imprensa sergipana, que manteve viva a necessidade de proteção da igrejinha, a tão sonhada liminar foi concedida pelos desembargadores Dr. Vladimir e Dr. Rebelo.

“É obvio que a presença e o trabalho incansável do prefeito da cidade e a representação dos demais foi mais que importante lá em Recife, no entanto, só isso não bastaria. Foi o clamor da sociedade que fez inclusive com que muitas entidades e poderes se engajassem e discutissem o assunto”, ressaltou Dussantus.

Tomara que com essa liminar, a obra de contenção para proteger a capela Nossa Senhora da Boa Viagem saia o quanto antes, pois, tempo nós não temos e o mar não vai ficar esperando.

 

Por Cláudio Hiroshy

 

2 comentários “Dussantus: “Liminar para obra de contenção na Praia Saco não é vitória só de Gilson Andrade”.

  1. jorgemarailhadospassosnascimento disse:

    Concordo plenamente com a opinião do radialista Dussantus. Todos foram imprtantes nesse processo,muito mais ainda a manifestação popular,que deu credibilidade ao prefeito do município defender com legitimidade essa causa em outras plagas. É de bom alvitre que se haja reconhecimento na luta coletiva. Porque vaidade! Quando se pode reconhecer! O resultado foi conquistado foi de todos,como seria a derrota.(Minha opinião…)

  2. Jorge Maravilha Dos Passos Nascimento disse:

    (Ratificando o nome do mensageiro).Jorge Maravilha Dos Passos Nascimento.

Deixe uma resposta