Fábio Sabath estreia seu primeiro espetáculo solo de dança contemporânea


Inconsciente. Esse é o assunto que está no centro das investigações de movimento de Fábio Sabath para a criação de SPIRITUM, o seu primeiro espetáculo solo de dança contemporânea que estreia dia 26 de agosto no Teatro Lourival Baptista. O trabalho parte do pressuposto de que somos mais do que conseguimos enxergar a olho nu e pretende levar o espectador ao questionamento sobre a relação de conflito/harmonia na qual o ser humano vive. Longe de querer ser uma representação, o espetáculo busca mergulhar de modo poético e singular nos detalhes que fazem de nós os seres vivos tão fantásticos e complexos que somos. Elementos da teoria junguiana de inconsciente coletivo fazem parte do conjunto de ideias nas quais a obra se ancora.

O espetáculo, de 50 minutos de duração, surge como um novo fôlego para Fábio Sabath, artista sergipano, de Estância que comemora nesse mês de agosto, 14 anos de carreira como professor, intérprete e coreógrafo. O ‘artista da dança’ como prefere ser chamado, vê na estreia a oportunidade de apresentar um trabalho com a sua assinatura e o seu modo de ver, pensar e sentir a dança.

“SPIRITUM é um recorte sobre uma das minhas visões de mundo. Eu sou muito atento às coisas que parecem não fazer sentido ou que não estão dadas de modo claro à priori. E foram essas coisas invisíveis que me ajudaram a decidir por um trabalho que fosse capaz de encontrar a melhor maneira de dizer o que vejo do mundo, como e por que.”

Fábio Sabath começou a carreira atuando como professor em projetos sociais e como integrante do Grupo Tambores da Esperança, em Estância, que tinha como coreógrafa a bailarina Cleanis Maria. Entrou para a Universidade Federal de Sergipe em 2009 e em seguida conheceu Lu Spinelli (in memorian) da qual foi aluno, bailarino e assistente no já extinto Studium Danças. Foi coreógrafo e diretor do Grupo de Dança Kizomba, que tinha como foco as danças africanas. Hoje, atua como professor de dança contemporânea na Academia Sergipana de Ballet e dirige o Café Contemporâneo-Sergipe, projeto que tem como intuito estimular a comunidade a prestigiar os artistas do seu Estado.

SPIRITUM, acontece às 19:00 no Teatro Lourival Batista, no dia 26 de agosto, com ingressos à R$20,00.

Coreografia: Fábio Sabath

Conceito visual/Fotografia/Design: Aryane Louise

Cenário e Figurino: Iraerte Damaceno

Deixe uma resposta