Febre Amarela: grande procura pela vacina no Ipes


Ipesaúde é um das unidades que imuniza população

Mais de uma centena de pacientes fizeram uma longa fila no Ipesaúde, no bairro São José, na manhã quinta-feira, 25, desta para tomar vacina contra a febre amarela. A unidade é uma das que irão distribuir as imunizações durante o período de alerta, sempre às quintas-feiras. O procedimento é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A recomendação é de que sejam vacinadas as pessoas que irão viajar para cidades estados que estão na zona de alerta, bem como os próprios moradores de alguns municípios Bahia, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina, São Paulo, por exemplo. Até a última terça-feira, as informações levantadas pelo Ministério da Saúde (MS) dão conta de que entre julho do ano passado até o dia 24 deste mês, foram 130 casos confirmados da doença e 53 mortes.

Hilda Oliveira aguardava sua vez de ser imunizada, se prevenindo de contrair endemia em outra cidade. “Vou passar o Carnaval em Morro de São Paulo, na Bahia, que está em perigo. Acho que deveria começar a vacinação antes, por causa das mortes. As vacinas deveriam ser disponibilizadas para toda a população”, comentou.

Jefferson Santos chegou cedo na fila. “Peguei uma senha razoável, para a demanda. Não conheço ninguém que teve a doença, mas a informação é que caso a gente vá para algumas regiões, venha se precaver. Não sei quais os sintomas da doença, mas vim me vacinar”.

Os indícios de febre amarela são bastante comuns, como febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, olhos amarelados e hemorragias, de acordo com o MS. A quantidade diária disponível em cada posto de vacinação é de 300 aplicações por dia. É necessária a comprovação de viagem para uma das áreas de risco, que pode ser feita por intermédio de bilhetes de passagens, ingressos para shows  ou inscrições para eventos no local de destino, comprovante de residência da casa que se vai visitar ou comprovante de reserva de hotel.

Estados em risco

O Ministério da Saúde elaborou uma relação dos municípios que estão em alerta para a doença. Em risco estão cidades dos estados de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará, Amapá, Tocantins, Maranhão, Piauí, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Sergipe tem apenas uma cidade na lista: Canindé de São Francisco. O mesmo acontece em Alagoas, que possui só Demilro Gouvêia como área de recomendação de vacina.

Postos

A SMS disponibiliza as vacinas contra a febre amarela nas seguintes USFs e seus respectivos dias, nos dois turnos (manhã e tarde): Dona Sinhazinha, no bairro Grageru (às quartas e sextas-feiras); Edézio Vieira de Melo, no Siqueira Campos (às segundas e quintas);  Joaldo Barbosa, no bairro América (às terças e quartas); Augusto César Leite, no Conjunto Santa Tereza (às segundas e quartas); Maria do Céu, no Centro (às terças e sextas); José Machado de Souza, no Santos Dumont (às segundas e terças); Lauro Dantas Hora, no Bugio (às quartas e sextas), e na Celso Daniel, no Conjunto Padre Pedro (às segundas e quintas).

Por Victor Siqueira
Com informações do MS

Fonte: INFONET

Deixe uma resposta