Juros do Cheque Especial atingem 324,7% ao ano


A taxa de juros do cheque especial chegou a 324,7% ao ano no mês de janeiro, segundo os dados divulgados pelo Banco Central do Brasil (BC) ontem (27), em Brasília. Com relação a dezembro, esse aumento foi de 1,7 ponto percentual.

Outro aumento na taxa de juros foi do rotativo dos cartões de crédito. Segundo o BC, os juros em janeiro chegaram a 241%, um aumento de 7,1 pontos percentuais quando comparado com o mês anterior. Apesar desse aumento, a média dos juros das operações com cartão de crédito teve uma queda de 6,9 pontos percentuais em relação a dezembro. Chegando a 327,9% ao ano.

Após o crédito rotativo, que dura 30 dias, as instituições financeiras transferem a dívida para o crédito parcelado. A taxa desse tipo de crédito também aumentou 3 pontos percentuais no primeiro mês do ano e chegou a 171,5% ao ano.

Segundo o Banco Central, a inadimplência do crédito, que é aquela dívida com mais de 90 dias, para pessoas físicas ficou estável em 5,2%. Enquanto que a inadimplência de pessoas jurídicas teve uma alta de 0,3 ponto percentual, chegando a 4,8%.

Para o chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, quando analisa as taxas de juros dos últimos meses, percebesse que há uma redução. “As taxas de juros têm se reduzido se olhar em períodos mais longos, de 12 meses”, analisa.

Nos últimos 12 meses, a taxa de juros média cobrada das famílias caiu 17,4 pontos percentuais. Enquanto que para as empresas, houve redução de 6,4 pontos percentuais.

Deixe uma resposta