Lava Jato: Delator diz a PGR ter doado 150 mil a Almeida Lima, de Sergipe


 

De acordo com o site ANTAGONISTA, em um organograma da Procuradoria Geral da República na denúncia contra Renan Calheiros, o procurador Rodrigo Janot, explica o repasse das propinas que envolvem o senador. Conforme desenho do organograma (abaixo),  o Diretório Municipal do PMDB em Aracaju e o Diretório Estadual do PMDB/SE receberam doações oficiais da JBS, solicitadas por Renan. Conforme ainda, o esquema apresentado pela PGR, Renan utilizou Sergio Machado para solicitar as propinas a Luiz Ramaldo.

O ANTAGONISTA conta ainda que Ramaldo delatou que fez uma doação de 150 mil reais para Almeida Lima, de Sergipe. O site relata ainda que Almeida é aliado de longa data de Renan Calheiros e que um ano antes (2007), arquivou o processo contra o alagoano no Conselho de Ética pelo caso Mônica Veloso. Ricardo Saud, delator da JBS, confirmou que Renan pediu doações para Almeida Lima.

Por Cláudio Hiroshy

 

Fonte: O Antagonista

Deixe uma resposta