MENTIRA X FAKE NEWS = COVARDIA


A mentira sempre será o calabouço dos covardes
(Mário Dias)

MENTIRAS

Pra que continuar fingindo?
Eu sei quando você tá mentindo,
Mentiras não vão adiantar,
Mentiras algum dia acabam.

Pra que toda essa cena toda?
Pra que todo esse sofrimento?
Sou eu que te faço feliz,
Você vai perceber com o tempo.

Sei que você vai perceber enfim,
e vai ver, que um dia vai viver sem mim,
Tá tudo bem,
Sempre estarei esperando você voltar pra mim.

(Composição de Wesley Safadão)

 

Parei-me a refletir sobre o que estamos vivendo com esse fenômeno da modernidade o tal do fake news, que muitos tentam conceituar, mas, não passa do aperfeiçoamento da palavra ‘mentira’. Mentira é mentira, seja nas redes sociais, nos jornais impressos, nas revistas, em casa, na rua, no mar e na lua. Quem mente sempre desgraça a vida, a sua e dos outros, quem acredita em mentira tem seu futuro incerto e corre risco de cair num abismo. E no abismo da vida o resultado é sofrimento.

“Pra que continuar fingindo? ”, esse trecho deve estar embaralhando muito a cabeça dos que votaram no primeiro turno no Pinóquio brasileiro. Será caro eleitor que vale à pena você continuar contribuindo com essa farsa?

A resposta você encontrará na mesma música, “Você vai perceber com o tempo”. Será que esse tempo já não é agora?

Tem um ditado que diz assim: “Um bom filho para casa sempre volta”, ser contagiado pelo ódio e mentiras de quem não tem projeto para o nosso país, quem não tem coragem de enfrentar seu adversário em debates, quem nunca votou à favor dos trabalhadores e sempre virou as costas para o projeto que mais defendeu a nossa soberania econômica e social.

Esse é o momento da cartada final, do xeque-mate, de mostrarmos ao mundo que nós brasileiros não nos acovardamos, de defender o nosso país de achacadores, de falsos profetas e de mentirosos que tem como pilar em seu discurso fácil a hipocrisia e o ódio.

Sei muito bem como vocês estão se sentindo, já sabíamos onde essas mentiras parariam, hoje vocês percebem que difundiram o ódio sem razão, simplesmente por acreditar nas mentiras (fake news), a dor da traição é maiúscula, mas, a música do Wesley faz uma síntese excelente para esse momento, “Sempre estarei esperando você voltar pra mim”, esse sempre foi o nosso sentimento. Até por que você que sempre votou no projeto dos trabalhadores, sabe muito bem que temos um programa para o país, é preciso reconstruir não somente nosso país, mas, acima de tudo a autoestima de vocês que por essa epidemia do ódio fizeram muitos virarem as costas para os que mais protegeram o povo brasileiro.

Os governos petistas foram acometidos de várias contradições, mas, nunca tivemos um milímetro de dúvida em acreditar no povo brasileiro, quem não acredita no povo não pode governar esse país. É preciso que tomemos consciência que nenhum governo deu mais oportunidade aos brasileiros do que os governos de Lula e Dilma.

Esse é um momento da história do nosso país que não podemos tergiversar, nosso voto no dia 28 de outubro não pode ser somente em um partido e/ou por um partido, mas, sim por defesa de nossa democracia.

Quem defende a tortura, a mentira (fake news), a covardia, o ódio, a opressão, a homofobia, a hipocrisia, o racismo, o machismo, a intolerância religiosa e o apartheid social precisa tomar uma dose aguda de consciência cidadã e de fato pensar que no momento de crise o melhor antídoto não é a barbárie e sim a democracia.

Para continuarmos consolidando a nossa jovem democracia vamos de HADDAD PRESIDENTE 13.

 

Mário Dias

Secretário Estadual de Organização do PT/SE

 

Deixe uma resposta