Presos pela polícia acusados de matar idosa em Aquidabã


Autores planejavam crime desde 2015; caso ocorreu em Aquidabã

A Polícia Civil encerrou as investigações sobre o caso do brutal assassinato de Vaudira Joaquim de Jesus, de 63 anos. O crime aconteceu no início deste mês, entre os povoados Tapuio e Arranhento, localizados na zona rural de Aquidabã.

Os irmãos Atelmir Lima dos Santos, conhecido como “Mi”, 24, e James Lima dos Santos, vulgo “Victor”, de 29, são filhos de José Lima Santos, o “Salvador Ferreiro”, de 59. Eles são os principais suspeitos da autoria. O que chama a atenção foi o teor cruel do assassinato: a morte foi causada por ferimentos de arma branca, mas na vítima também havia marcas de tiros na perna. Além disso, o grupo amarrou uma corda na boca de Vaudira, arrastaram-na por 500 metros, e atearam fogo no corpo. Os envolvidos derramaram gasolina na cova, para evitar que o cheiro do corpo chamasse a atenção de outras pessoas ou de aves de rapina.

A prisão dos dois irmãos foi decretada na última sexta-feira, 25. O pai deles havia sido preso preventivamente no último dia 9.

O crime

Vaudira havia desaparecido na madrugada do dia 7 de agosto, quando ia para uma consulta em um posto de saúde. Após um dia sem notícias da mãe, suas filhas decidiram procurar a polícia para relatar o sumiço. Foram providenciadas buscas e, os agentes encontraram as roupas da idosa manchadas de sangue dentro de um matagal. Posteriormente, cães farejadores detectaram o corpo enterrado dentro da propriedade do Salvador Ferreiro.

O crime foi motivado por uma inimizade entre as famílias. De acordo com o delegado Wanderson Bastos, encarregado das investigações, tudo começou por conta de um problema relacionado à venda de um cavalo, no ano de 2015. “Um filho de Vaudira matou outro filho do José Lima. Depois disso, ele a ameaçou de morte, e o próprio Lima respondia por tentativa de homicídio por atirar contra ela duas vezes. Em uma audiência neste ano, Ferreiro disse a uma das filhas da senhora que ainda este ano iria matá-la”, contou. “O mais mórbido é que o assassinato de Vaudira aconteceu às vésperas de a morte do filho de José Lima completar exatos dois anos. O crime foi motivado por vingança”, completou.

Após o homicídio, os acusados fizeram a ocultação do corpo. “Eles eram caçadores de tatupeba, e tinham técnicas de escavação. Usaram equipamentos como picaretas e pás”.

O trio responderá pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver, e já está na 1º Delegacia Metropolitana, aguardando julgamento. ‘Salvador Ferreiro’ negou o crime; seus filhos não quiseram se manifestar.

Por Victor Siqueira e Aisla Vasconcelos

Fonte: Infonet

Deixe uma resposta