Subvenções: Delegada pedirá afastamento de Augusto Bezerra da ALESE


Polícia continua investigando uso de verbas de subvenções

A delegada Thaís Lemos, diretora do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária (Deotap), pedirá novamente o afastamento do deputado Augusto Bezerra (PHS) da Assembleia Legislativa. O pedido de medida cautelar é consequências do suposto esquema, alvo da investigação policial, para desviar as verbas de subvenções destinadas pela Assembleia Legislativa para entidades do terceiro setor. Na ótica da polícia civil, a delegada Thaís Lemos não tem dúvida de que o parlamentar se apropriou indevidamente das verbas de subvenções, conforme informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

De acordo com a assessoria, a delegada Thaís Lemos e a equipe que comanda as investigações possuem provas suficientes que indicam o desvio das verbas de subvenções, beneficiando o próprio deputado Augusto Bezerra, assessores do parlamentar e até dirigentes das entidades beneficiadas com as verbas de subvenções.

Cheques em branco

Há indícios, conforme a assessoria, que as verbas de subvenções foram utilizadas para compras de imóveis em praias sergipanas. Pelas investigações, conforme a assessoria, os dirigentes das instituições contempladas com as verbas de subvenções assinavam cheques em branco das contas bancárias das entidades e os entregavam a assessores diretos do parlamentar.

Há informações que tramitam sob sigilo, decorrentes da quebra de sigilo bancário e rastreamento dos recursos, que constatam, conforme a assessoria, que houve apropriação indevida daqueles recursos públicos, inclusive com depósitos bancários em contas pessoais de assessores do parlamentar.

O inquérito está em andamento. O deputado Augusto Bezerra ainda não prestou depoimento. De acordo com a assessoria da SSP, a delegada Thaís Lemos está tentando agendar com o parlamentar uma data para que ele preste depoimento na Deotap.

Portal Infonet tentou ouvir o parlamentar, mas não obteve êxito. Assessores do deputado, que atenderam as ligações informaram que irão fazer contatos para que ele possa se manifestar. O Portal Infonet permanece à disposição. Informações podem ser enviadas por e-mail [email protected] ou por telefone (79) 2106 – 8000.

Por Cássia Santana

 

Fonte: INFONET

Deixe uma resposta