Misael Dantas diz que poderá ser pré-candidato a vereador


Na manhã desta terça-feira, 09, o vereador Misael Dantas (União Brasil), concedeu entrevista ao radialista Luiz Carlos Dussantus, na Rádio Mar Azul FM e esclareceu alguns questionamentos sobre diversos assuntos que rondam os quatros cantos da Cidade Jardim.

Perguntado se o partido União Brasil iria apoiar André Graça, Misael foi taxativo e disse que a menos que haja um posicionamento divergente no Diretório Estadual, o UB caminhará com o vice-prefeito André Graça (PSD). Já  com relação a posição de alguns membros integrantes da chapinha que declararam apoio a Joaquim Ferreira (PDT), o vereador Misael tentou defendê-los mencionando os diversos ataques que a chapinha sofreu de diversas pessoas e políticos. Não esqueçamos que até o prefeito Gilson Andrade disse que a chapinha “não fede e nem cheira”. Mas, após a insistência de Dussantus sobre que posição iria ser tomada, Misael deixou claro que a decisão é do Diretório Estadual, mas que àqueles que não tiverem em um projeto no qual o União Brasil esteja, não terão suas candidaturas homologadas.

Quando perguntado em quem manda no União Brasil em Estância, se era ele ou Magno do Porto, Misael disse: “quem dirige o partido sou eu, eu que sou o presidente e Magno errou quando mencionou no vídeo com Joaquim que era o vice-presidente do UB. Mas, toda essa problemática será enviada para o Diretório Estadual, até porque aqui somos um diretório provisório”, disse o parlamentar.

Por fim, a pergunta mais esperada:

_ Misael Dantas será ou não pré-candidato a vereador?

O edil respondeu com uma metáfora:

_ “Veja Dussantus, quando Ronaldinho teve febre e disseram pra ele, você vai ter que jogar, ele foi e entrou no campo. Então, se for uma decisão do partido, se for uma chamado do Diretório Estadual, sim.”, deixando claro que será pré-candidato a vereador.

 

Por Cláudio Hiroshy

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.