PT de Estância realiza plenária e analisa conjuntura municipal para 2024


Na tarde de hoje, 28, o Partido dos Trabalhadores no município de Estância, realizou uma plenária que dá legitimidade ao Diretório Municipal e diretrizes sobre o diagnóstico da situação do município, além de análises de conjuntura local, levantamento de demandas e necessidades, identificação das potencialidades e oportunidades, avaliação das ações, elaboração de propostas e programa de governo, definição de estratégias de campanha e construção de agenda de atividades visando o diagnóstico para campanha eleitoral.

A reunião contou com a presença de participantes de todas as correntes partidárias: CNB – Construindo um Novo Brasil, MS – Militância Socialista e AE – Articulação de Esquerda.

O presidente José Domingos Machado Soares, abriu a reunião falando da importância das atividades propostas pelo Partido dos Trabalhadores em todo o território nacional, principalmente dos avanços iniciais com o LULA 3.

A análise de conjuntura local, feitas pelas correntes CNB e MS, com Joaldo Santos e o vereador Artur Oliveira respectivamente, que fizeram um apanhado do momento político na cidade de Estância, exemplificando situações fundamentais para que o partido avance e possa ampliar o número de cadeiras no parlamento, bem como, chegar à prefeitura.

O vereador Artur deu como informe a Audiência Pública realizada pela Câmara Municipal, que será realizada neste dia 30/10, às 9 horas no CREJA, e disse que apesar da “importante mobilização feita pelo Campus da UFS em Estância, essa é uma luta que já vem de longa data, com atuação direta de vários agentes políticos e da sociedade, foram muitos prefeitos, vereadores, entidades da sociedade civil que encamparam lá atrás o desejo e a necessidade de um campus federal no município”.

O presidente Dominguinhos concordou com o vereador Artur e disse: “a luta pelo campus da UFS é de todos; e é antigo esse sonho, feito por parlamentares, prefeitos da região e que agora volta a ganhar força com o governo Lula, que é um governo comprometido com a educação e sem falar no apoio incondicional que o ministro Márcio Macedo está dando nessa tarefa e que se Deus quiser e permitir nós vamos conseguir trazer para Estância esse campus”.

O dirigente Dilson Águia (AE) falou da importância da unidade partidária e do campo progressista: “Se não houver uma boa conversa para amadurecer a ideia de unidade com critérios sólidos para que todos saiam ganhando dificilmente conseguiremos êxito. É preciso que estejamos todos em torno de um projeto para que a gente consiga convencer o conjunto da sociedade”

O presidente Dominguinhos reforçou a fala do companheiro Dilson e disse: “No PT tem espaço para todo mundo ganhar. Temos total condição de em torno de um projeto político em que todos saiam ganhando, o Partido dos Trabalhadores em Estância pode sim, construir uma unidade em 2024 e ampliar o número de cadeiras na câmara de vereadores”.

Foram debatidas demandas e necessidades que o município precisa e o modelo petista de governam, além das estratégias de campanha eleitoral, ficando uma reunião agendada para novembro com data definida por todas as tendências.

Por Cláudio Hiroshy

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.