CAMPO DE ESQUERDA EM ESTÂNCIA


 

Estância não é mais a mesma da eleição de 2002, quando Lula ganhou pela primeira vez a presidência da República, de lá para cá a esquerda não conseguiu construir um caminho de unidade em Estância, e hoje, existem outros atores da esquerda aqui na Capital Brasileira do Barco de Fogo povoando o imaginário popular e os corações e mentes das novas gerações.

Estamos há aproximadamente 100 dias para as eleições estaduais de 2022, e volta o debate nas redes sociais da necessidade de uma suposta unidade do campo de esquerda para 2022 em torno de uma única pré-candidatura a deputado estadual, como condição indispensável para unidade para as eleições municipais de 2024.

Primeiramente, acredito ser um equívoco tratar nesse momento sobre a sucessão municipal de 2024, visto que esse tema requer tempo e diálogo profundo para elaborar um planejamento de uma estratégia e tática que possibilite e consolide um projeto de unidade das esquerdas, inclusive, que supere os erros do passado de todos os atores desse campo ao longo dos últimos 20 anos, e isso requer tempo e gestos dos integrantes desse campo para deixar claro para sociedade estanciana que é preciso somar as energias e esforços para dar musculatura a oposição programática ao projeto de Gilson Andrade/André Graça/Mizael Dantas, que tramam diuturnamente para se eternizarem no poder.

Contudo, vale ressaltar um fato que hoje dificulta uma ampla unidade do campo da esquerda e não pode ser ignorado, que é a posição do único vereador do PT em fazer parte da base de sustentação ao governo de Gilson Andrade/André Graça e ao mesmo tempo sendo o vereador, o principal interlocutor da pré-candidatura do Senador Rogério Carvalho ao governo do estado aqui na cidade, e não se deu ao trabalho de articular em nenhum momento uma aproximação do campo da esquerda de Estância em torno da pré-candidatura a governador de Rogério Carvalho, o que tem levado a pré-candidatura do Senador em Estância ao visível isolamento.

Das três forças do partido do presidente Lula aqui em Estância, apenas a do ex vereador e ex candidato a prefeito Dominguinhos Machado, tem demonstrado esforço para se fazer uma unidade e clareza na oposição. A força representada pelo vereador do partido aqui na cidade, como disse acima, é parte integrante da bancada que dá sustentação ao governo, já a força dos que orbitam o professor aposentado e dedicado sindicalista se colocaram em silêncio e por vezes são vozes enaltecedoras da atual gestão municipal. Planejar ser oposição só em 2024 ao grupo político de Gilson Andrade/André Graça silenciando diante dos descasos e da visão medíocre da gestão atual é no mínimo contraditório. Se quer ser oposição em 2024 é porque o governo não está bom e se o governo não está bom porque todo esse silêncio? O povo de Estância precisa conhecer e reconhecer essa oposição, pois até o momento ela não foi feita.

Salutar é mencionar que a via de construção da unidade do campo de esquerda em Estância deve começar em torno da defesa coletiva da pré-candidatura do presidente Lula nas ruas e que esse deve ser, sem dúvida, nosso ponto inicial de diálogo e aproximação para vencermos a polarização, deixando claro em Estância quais grupos políticos está com Lula e quem está com Bolsonaro.

Nesse sentido dever desse campo unido contagiar nosso povo com a esperança de dias melhores e a possibilidade de nos encontrarmos também no segundo turno, na eleição para governo de Sergipe, pois é a partir da macro política que devemos estabelecer elos para o pós-outubro de 2022, com calma, serenidade e racionalidade sem querer colocar a carroça na frente dos bois.

Com respeito mútuo enfrentaremos a necessidade de superar nossas contradições para darmos o melhor para o Berço da Cultura Sergipana. Mas por hora o que precisamos é afastar essa precipitação de qualquer manobra política para o debate sobre 2024 o caminho é estabelecer para eleições 2022 um pacto de civilidade e não agressão entre as pré-candidaturas de deputado estadual do campo da esquerda e otimizar a votação individual desse seguimento.

 

Por Márcio Souza

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.