Governador Fábio Mitidieri anuncia R$2,3 milhões para times de futebol feminino e masculino


Fomentar o esporte sergipano é uma das bandeiras do governador Fábio Mitidieri, cuja trajetória política está ligada ao fortalecimento de esportistas e do desporto. Nesta segunda-feira, 30, ele anunciou R$ 2,3 milhões em apoio aos times de futebol masculinos que estão na Série A1 do Campeonato Sergipano e ao time de futebol feminino do Estanciano, que representará o estado na Série A3 do Campeonato Brasileiro.

O patrocínio será realizado por meio da empresa Mulvi, prestadora de serviços do Banese. Para obterem o investimento, as equipes devem se comprometer com a criação de escolinhas de futebol para meninos e meninas acima de 12 anos e oriundos das escolas da rede estadual de ensino. O governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Seel), será responsável pela seleção das crianças e a quantidade de vagas deverá ser proporcional ao valor do recurso direcionado a cada time, um mínimo de 22 jovens.

Fábio lembrou sua relação com políticas públicas de fomento ao esporte, como quando implantou o Bolsa Atleta em Aracaju, durante sua passagem na Secretaria Municipal de Esportes, e destacou a utilidade social do patrocínio.

“Onde tiver a mão do governo, terá o fortalecimento do esporte. Esporte é política pública de inclusão e de educação e vamos trabalhar para que outras parcerias possam ser firmadas, não apenas com o Banese. O esporte dignifica, educa, qualifica. Nosso objetivo é formar cidadão. Queremos ampliar a possibilidade de dinheiro investido para que nossos times e atletas possam alcançar pódios regionais e nacionais”, afirmou.

Cada time terá o prazo de um mês para planejar a criação das escolas e o projeto deve ser desenvolvido ao longo dos dez meses decorrentes, sendo que o último mês deve ser dedicado à conclusão do projeto. Os clubes também devem disponibilizar seus centros de treinamento, no mínimo, duas vezes por semana para que os clubes femininos possam treinar. Esse período pode ser durante o tempo do patrocínio.

Helom Oliveira, presidente do Banese e do Conselho de Administração da Mulvi, falou sobre as políticas sociais desenvolvidas pelo Banco de Sergipe, que dialoga, com o crescimento do estado. Ele falou que esse é o primeiro patrocínio da história do Banco para um time de mulheres.

“Nosso primeiro eixo é a política pública e o segundo é ter mais negócios a partir do relacionamento com os clubes além de promover a igualdade de gênero. Temos diversas ações que envolvem políticas sociais, cultura, lazer, esporte. A Mulvi é uma marca nova, esse é um inicio de uma caminhada e esperamos que tenhamos êxito para comemorar no final de 2023”, disse.

Pela primeira vez, um clube de futebol feminino recebe patrocínio do estado. Em seu discurso, a secretária de Estado de Esporte, Mariana Dantas, ressaltou o futebol como missão para as atletas do Estanciano e o impacto social do esporte.

“Falo com muito orgulho que pela primeira vez o Estado patrocina um time feminino. O esporte tem um impacto social grande na vida das pessoas e este ano temos a contrapartida social com as escolinhas de futebol. Teremos a chance de ver meninos e meninas sendo revelados pelos seus times por meio dessas escolinhas. Quero agradecer enormemente a todos por entender a importância que o esporte tem na vida dos nossos cidadãos.

Já a diretora do departamento feminino do Estanciano, Nathalia Coimbra, falou sobre a importância do apoio para o futebol feminino. “Acredito que esse patrocínio possa ser exemplo para outras gestões. Somos o representante do estado e tenho certeza que iremos avançar na competição com esse patrocínio, somos bicampeão sergipano e vamos representar o estado no brasileiro. A partir do momento que temos uma secretária de Esporte mulher, sabemos que o esporte vai crescer”, defendeu.

Federação Sergipana de Futebol

Presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, destacou a agilidade da gestão em iniciar ações em prol do esporte. “É um momento de agradecimento porque estamos há dez anos sem patrocínio e já no primeiro mês de governo, Fábio nos recebeu e agora assina o patrocínio”, disse.

Utilidade Pública

Outra contrapartida dos times é o uso de braçadeiras, faixas e/ou camisas de campanhas sociais do Governo, a exemplo do “Não a violência contra mulher”, “Não ao trabalho infantil”, “Outubro Rosa” e “Novembro Azul”.

Escolas de Esportes

O governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer, oferece 17 modalidades esportivas para jovens com idades entre 6 e 17 anos, distribuídas nas quatro escolas de esportes localizadas em Aracaju: José Gerivaldo Garcia, Professor Kardec, Estação Cidadania e Parque Aquático Oseas de Miranda.

As escolas seguem o calendário da rede estadual de ensino e as matrículas serão realizadas até o dia 11 de fevereiro, com o início das aulas marcado para o dia 23 de fevereiro. Desde a sua criação, as escolas de esporte beneficiam, aproximadamente, mil crianças, com aulas de iniciação e treinamento, além de paradesportos.

Foto assessoria

Por Ana Dulce

Fonte: FaxAju

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.