Lúcio Funaro diz a PGR que André Moura recebeu propina


Em depoimento à Procuradoria-Geral da República (PGR), o operador financeiro Lúcio Funaro afirmou que o deputado federal, André Moura, PSC, está na lista de parlamentares que negociaram propina com o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo ele, Cunha funcionava como “um banco de corrupção de políticos”.

No depoimento de Lúcio Funaro ele cita diversos parlamentares que fizeram negócios e receberam propinas através de Eduardo Cunha e André Moura é o primeiro da lista. Não é a primeira vez que André Moura é citado na Lava Jato. No ano passado ele foi incluído no inquérito, pelo ministro Teori Zavascki, do STF, no inquérito que investiga os desvios de recursos da Petrobrás. Pelo levantamento nos depoimentos de Funaro, André Moura foi citado três vezes.

Funaro deixou claro que esses parlamentares podem ter ganhado dinheiro de quatro formas: FGTS (carteira administrada), presidência de Furnas, diretoria Internacional da Petrobras, edição de Medidas Provisórias ou projetos de lei, além de distribuição por influência de Eduardo Cunha, com dinheiro advindo de relatorias de Comissões Parlamentares de Inquérito – CPIs.

Veja o vídeo do depoimento:

 

Fonte: Infonet

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.