Alessandro Vieira e Simone Tebet cumprem agenda em busca do desenvolvimento de Sergipe


A senadora Simone Tebet, pré-candidata do centro democrático (MDB, PSDB e Cidadania) à Presidência da República chegou em Aracaju no último domingo (26) para acompanhar o senador Alessandro Vieira (PSDB-SE), pré-candidato ao Governo de Sergipe em uma série de agendas como parte da “Caminhada da Esperança”, na qual ela percorre diversas regiões, mantendo contato com a população e com lideranças políticas e comunitárias.

No domingo, acompanhada do pré-candidato ao Governo de Sergipe, Alessandro Vieira, seu vice, Milton Andrade, dos deputados Kitty Lima e Georgeo Passos (Cidadania), de lideranças políticas e apoiadores, a pré-candidata à Presidência visitou o “Arraiá do Povo”, na Orla de Atalaia. O grupo cumprimentou a população, percorreu as barracas de artesanato e de comidas típicas, e prestigiou as apresentações de forró no “Palco Paulinha Abelha” e no “Arraiá da Clemilda”.

“Uma alegria conhecer o São João de Sergipe tendo um amigo, Alessandro, como nosso anfitrião. Fui muito bem recebida no Arraiá do Povo, uma festa muito bonita e organizada. Fico feliz em poder viajar o Brasil e ver de perto nossa riqueza cultural e a manutenção das nossas tradições. Sergipe tem grande potencial turístico e isso precisa ser impulsionado”, declarou Simone Tebet, que experimentou amendoim cozido, pão de macaxeira e caruru, e também foi presenteada com um conjunto decorativo iconográfico tupy pela artesã da cidade de Barra dos Coqueiros, Rose Rocha.

Nesta segunda-feira (27), a pré-candidata à Presidência, Simone Tebet, e o pré-candidato ao Governo de Sergipe, Alessandro Vieira, concederam entrevistas em rádios sergipanas. “Se existe dinheiro para o orçamento secreto, e são R$ 16 bilhões, é possível zerar a fila do Bolsa Família rapidamente. Aliás, precisamos parar de mudar o nome de um programa só por que ele não é seu”, afirmou Tebet em entrevista ao Jornal da FAN, conduzida pelo apresentador Narcizo Machado, da rádio FAN FM.

“Receber a Simone Tebet aqui em Aracaju é a concretização da necessidade de se discutir ideias para o Brasil e para Sergipe. Sair do personalismo, de vaidades, de egos, onde discutem política como se fosse torcida de clube. O Brasil tem problemas muito graves, Sergipe também, e a solução desses problemas está pela seriedade e pela qualidade, e Simone representa isso. Ela é uma referência no Senado. Começamos um trabalho conjunto, ela como primeira mulher presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e de lá para cá a pauta sempre foi a mesma, trabalhar com independência colocando os interesses dos brasileiros como prioridade”, ressaltou Alessandro Vieira.

Desenvolvimento econômico

Em seguida, Simone Tebet, Alessandro Vieira e a vereadora por Aracaju Sheyla Galba se reuniram com representantes de Sergipe e Bahia da Unigel – segunda maior petroquímica do país -, e da empresa Mosaic, responsável por minerar fosfato e potássio.

“Sergipe tem não só uma fábrica de fertilizantes nitrogenados, mas também um grande potencial no que se refere ao potássio. Através dessa reunião, ficou muito clara a necessidade de tirar do papel de forma definitiva nosso plano nacional de fertilizantes, para que nós possamos ser mais suficientes naquele insumo tão necessário para nossa agricultura, pecuária, e para colocar comida mais barata na mesa dos brasileiros”, afirmou Simone Tebet.

“É a compreensão da necessidade de planejamento e boa execução. Nós temos claramente potencial de melhorar o insumo, o fornecimento de fertilizantes, através de medidas que estão no Legislativo, mas que dependem de gestão forte, qualificada, honesta. Tenho certeza que Simone tem condição de garantir isso lá em Brasília, e nós aqui em Sergipe”, assegurou Alessandro Vieira.

Na sequência, foram conhecer o Terminal Marítimo Inácio Barbosa – TMIB, conhecido como Porto da Barra dos Coqueiros ou Porto de Sergipe, único terminal portuário do estado. O grupo conheceu detalhes do funcionamento, fez um tour pela área e visitou o pier do Porto.

“O Porto tem papel estratégico para o desenvolvimento de Sergipe, visto que um dos grandes gargalos do país é a questão do transporte e escoamento da produção. As exportações através do Porto de Sergipe são fundamentais para desenvolver uma enorme cadeia que envolve a área do Petróleo, Gás e Fertilizantes no estado. Além disso, o Porto exporta insumos diversos, como grãos, minério de ferro, cobre, manganês, cimento. A área alfandegária é muito grande e pode ajudar de forma estratégica o estado de Sergipe, pois é próximo aos grandes mercados do Nordeste”, pontuou Alessandro Vieira.

 

Fonte: ASCOM ALESSANDRO VIEIRA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.