Desemprego aumenta em 14 dos 27 estados brasileiros


Segundo o IBGE, as maiores altas foram no Acre, Goiás e Mato Grosso do Sul, porém é o Amapá que registra o maior nível de desocupação: 20,2% da população

População subutilizada bateu recorde no primeiro trimestre. No Piauí, 41% ou está desempregado, ou trabalha menos do que queria ou não consegue procurar emprego (Gustavo Luizon/VEJA.com)

O índice de desemprego subiu em 14 das 27 unidades da federação brasileiras no primeiro trimestre deste ano em relação ao 4º trimestre de 2018, informou nesta quinta-feira, 16, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Houve aumento do desemprego no Acre, Goiás, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Mato Grosso, Distrito Federal, Tocantins, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Ceará, São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Nos outros 13 estados, o nível de desocupação permaneceu estável, não havendo retomada do emprego em nenhuma unidade do país, segundo dados da Pesquisa de Amostra de Domicílios Continua (Pnad Continua). No país, a taxa de desemprego no primeiro trimestre foi de 12,7%. com um total de 13,4 milhões de pessoas procurando emprego no período.

Fonte: VEJA

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.