Eliane Aquino diz que a jornalista Eliane Catanhede teve uma atitude machista ao criticar Janja Silva


A vice-governadora Eliane Aquino (PT)Em pleno 2022 lamentou neste sábado (12) ter vistos uma jornalista tendo uma postura nitidamente preconceituosa contra a futura primeira-dama Janja da Silva (PT).
A vice governadora disse que a jornalista Eliane Catanhede, do Estadão e da GloboNews foi infeliz em suas colocações. “Faltou empatia, faltou solidariedade e sobrou machismo.
Segundo Eliane Aquino, Janja tem sido uma figura fundamental desde à campanha do presidente Lula e não cabe à jornalista realizar julgamentos e condenações sobre o papel que ela deveria ou não exercer. Essa decisão não cabe, ainda bem, à jornalista.
 – Eliane Aquino disse ainda que vale ressaltar que Janja é socióloga e militante histórica do PT, sendo filiada ao partido desde 1983. À Janja, minha solidariedade, disse.
Faz a todas as todas as mulheres, um pedido: “não diminuam outras de nós, tampouco se deixem abater por quem desacredita que nós temos a capacidade para exercer a função que quisermos. Vamos parar com essa ideia de que “atrás de um grande homem existe uma grande mulher”.
– Precisamos de outras mulheres com a postura de Janja, protagonista da vitória do seu marido e do governo que ele vai fazer. E tomo a liberdade de fazer um paralelo com Sergipe, disse e continuou: “Aqui tivemos mulheres como Erica Mitidieri e Candisse Matos, na linha de frente das principais campanhas em nosso estado. É outro tempo. Queremos e necessitamos de mais mulheres em espaços de poder”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.