Força-tarefa com auditores agropecuários apreende 12 toneladas de polpas de frutas em Sergipe


Ação ocorreu em Lagarto (SE), entre 12 e16 de setembro. As polpas foram descartadas no lixão do município e o estabelecimento foi fechado e responde processo administrativo de auto de infração

Sem condições higiênico-sanitárias adequadas ao consumo e nem infraestrutura básica para o preparo, 12 toneladas de polpas de frutas foram apreendidas em Sergipe, em ação conjunta de auditores fiscais federais agropecuários (Affas) de quatro estados. As polpas eram produzidas em local com esgoto a céu aberto e na presença de pragas, segundo o delegado sindical do ANFFA Sindical, em Sergipe, Alexshander Borges. “As frutas não eram higienizadas adequadamente, os funcionários não possuíam roupas condizentes para o trato com os produtos alimentícios, nem treinamento e os tonéis para o acondicionamento do produto estavam em situação totalmente inadequada”, explicou o delegado sindical.

A operação foi realizada com uma força-tarefa de fiscalização que envolveu Affas dos estados de Sergipe, Goiás, Rio Grande do Norte e Distrito Federal, no período de 12 a 16 de setembro deste ano. Eles autuaram e apreenderam as 12 toneladas de polpas de frutas, totalmente fora dos padrões higiênico-sanitários para o consumo, no município de Lagarto (SE). Em outubro, todas as polpas apreendidas foram descartadas no lixão do município. O estabelecimento foi fechado e responde processo administrativo de auto de infração na Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Sergipe (SIFISV/SFA-SE) do município, que conduziu a operação de apreensão do produto.

Fonte e foto FSB Comunicação

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.