HRAM realiza mais de 3 mil cirurgias e comemora sucesso do Opera Sergipe em parceria com a SES


O Programa Opera Sergipe, uma iniciativa do governo do Estado de Sergipe em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, alcançou um marco significativo ao realizar 10 mil cirurgias eletivas em menos de um ano. Uma parte substancial dessas cirurgias, totalizando 3.200 procedimentos, foi viabilizada pelo Hospital Amparo de Maria, parceiro no programa.
O Opera Sergipe segue promovendo celeridade no atendimento, diminuindo as filas por cirurgias e devolvendo a esperança e qualidade de vida aos sergipanos. “O programa foi lançado em 22 de julho de 2023, criado com o propósito de ampliar a oferta dessas cirurgias. Na primeira fase, as cirurgias, que fazem parte do rol, foram caracterizadas como de média complexidade com cirurgias gerais e ginecológicas, a exemplo das hernioplastias, histerectomias e prostatectomias”, como explicou o diretor Técnico do HAM, o médico Rodrigo Dias.
Ele observou que após a participação no Programa Opera Sergipe, o Hospital Amparo de Maria alcançou diversos resultados significativos como impacto na comunidade local, aumento do acesso à saúde, além de permitir que um maior número de pacientes da comunidade sergipana recebesse atendimento cirúrgico de qualidade, reduzindo as filas de espera e melhorando, assim, o acesso aos serviços de saúde.
Melhoria na qualidade de vida: A realização de cirurgias proporcionou boa qualidade de vida aos pacientes, e apresentou soluções em problemas de saúde que afetavam o bem-estar diário dessas pessoas.
Acesso
“Entendemos que o acesso a cirurgias, por meio do programa, pode ter reduzido os custos financeiros para os pacientes, ajudando a aliviar o fardo financeiro associado à compra de medicamentos”, disse Rodrigo. Atentando ainda, que ocorreram melhorias internas na infraestrutura e nos serviços de saúde a exemplo de expansão da infraestrutura, visando atender à demanda gerada pelo programa.
” O hospital por sua vez, expandiu sua infraestrutura, adicionando mais leitos, salas cirúrgicas e outros recursos necessários”, pontuou o médico do HAM.
Operacional
Rodrigo ressaltou que o hospital aumentou sua capacidade operacional, tanto em número de cirurgias realizadas, quanto de serviços oferecidos, para atender à demanda crescente, visando o aprimoramento dos processos internos. “A participação no programa, provavelmente incentivou o hospital a revisar e aprimorar seus processos internos, visando garantir uma melhor eficiência e qualidade no atendimento aos pacientes”, afirmou o diretor.
Ele mencionou o fortalecimento da equipe médica e de apoio do hospital, por meio de treinamento e capacitações adicionais, contribuindo para uma melhor prestação de serviços de saúde.
Satisfação
A paciente Eliane Feitosa Santos Matos, 51 anos, natural de Aquidabã, fez retirada do útero, no último dia 3 e descreve a satisfação de ter realizado a cirurgia no Amparo de Maria, parabenizando o Opera Sergipe pelas 10 mil cirurgias em menos de um ano.”Para mim foi ótimo, só gratidão a Deus e a toda equipe. Eu não tenho nem palavras para descrever o quanto sou grata a eles. Desde a entrada da recepção, do centro cirúrgico e dos enfermeiros que foram ótimos. Nota dez. Parabéns para quem construiu esse projeto, que ajudou a muita gente que precisa e não tem condições para se tratar. O Opera Sergipe serviu, não só para mim, mas para várias pessoas, porque a fila era grande e depois do Programa, levando reduziu” disse comemorando, Eliane.
Fonte: Factual 1

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.