Márcio Macedo diz que Lula amplia no 2º turno e confia em vitória de Rogério


O deputado federal Márcio Macedo participou por telefone do Jornal da Fan, na Rádio Fan FM, ocasião em que, enquanto coordenador da campanha do ex-presidente Lula (PT), fez uma avaliação sobre a eleição presidencial deste ano, analisando também a intensa polarização política que tomou conta do Brasil e, desde a eleição de 2018, vem crescendo cada vez mais.

“Estamos vivendo uma eleição que não é uma eleição normal, que ocorre entre dois adversários que disputam com ideias e projetos. É uma disputa da civilização contra a barbárie, então é uma disputa muito dura, o que nós já esperávamos. O uso absurdo do uso da máquina pública, o derrame de dinheiro rasgando a constituição, a utilização de fake news em massa e em grande escala. Por isso que tivemos uma reunião com o ministro Alexandre de Moraes, para que esses perfis sejam excluídos. Pois a lógica deles é criar esses perfis falsos nas redes sociais, através dos quais eles produzem os conteúdos mentirosos. Aí eles testam no WhatsApp e no Instagram. Depois vem o Bolsonaro fala alguma coisa, como aquela questão de tráfico e tudo o mais. E aí eles fazem o derrame em massa dessas mentiras pela internet através das redes sociais e tem muita gente que acaba acreditando. Isso é crime eleitoral e usurpação da democracia, então estamos trabalhando e exigindo que o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garantam a lisura do processo eleitoral”, avalia o deputado.

Apesar das dificuldades e do crescente acirramento político, Macedo diz acreditar na vitória de Lula, mas prega cautela por saber que, apesar da vantagem do petista em relação ao candidato conservador, o jogo ainda não foi vencido.

“Estamos mantendo e ampliando a distância com a qual saímos no primeiro turno. As pesquisas mostram que Lula está estabilizado na frente e aumentando nas intenções de voto e estamos muito otimistas sobre a vitória nessa eleição. É claro que não pode estar em clima de “já ganhou”. É uma disputa dura, estamos lidando com um adversário que não tem nenhum limite ético, nem compromisso com a verdade ou com a democracia, então é necessário muito trabalho, com a participação do povo, de casa em casa, nas portas, nas ruas e nas praças para que, ao final desse processo, possamos sair vitoriosos”, prospecta Márcio Macedo.

Fonte: Fan F1

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.