Márcio Macêdo participa da abertura da 1ª Reunião Plenária do Consea em 2024


O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo, marcou presença na solenidade de abertura da 1ª Reunião Plenária Ordinária de 2024 do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea). O evento, realizado em Brasília, reuniu autoridades, representantes da sociedade civil e especialistas para discutir estratégias que visam garantir a segurança alimentar no país.

Por determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Consea foi reinstalado, marcando um novo capítulo na luta contra a fome e a desigualdade. Além disso, outras instâncias participativas foram reestruturadas, fortalecendo o diálogo entre governo e sociedade.

Durante a cerimônia, foram anunciadas regulamentações cruciais para o bem-estar da população:

  • Programa de cozinhas solidárias: Um decreto foi assinado, liberando recursos para expandir o programa que visa fornecer refeições dignas às pessoas em situação de vulnerabilidade.

  • Nova cesta básica de alimentos: Outro decreto instituiu uma cesta básica atualizada, garantindo que os brasileiros tenham acesso a alimentos essenciais.

A presidente do Consea, Elisabetta Recine, entregou pessoalmente ao presidente Lula um documento contendo 248 propostas aprovadas. Essas propostas serão a base para a elaboração do 3º Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, abrangendo o período de 2024 a 2027.

Compromisso do Governo Lula
O ministro Márcio Macêdo destacou a urgência de combater a fome e assegurar que nenhum brasileiro passe necessidade. Ele afirmou: “Tivemos seis anos de retrocesso. O presidente Lula voltou para restabelecer a prioridade desse tema e enfrentá-lo, tirando o país do mapa da fome mais uma vez. Continuaremos a fortalecer os instrumentos de participação da sociedade nas decisões dos rumos do Brasil. A fome tem pressa e o trabalho do governo do presidente Lula é para que nenhum brasileiro passe fome e tenha garantido pelo menos três refeições diárias”.

O Consea, composto por membros do governo, sociedade civil e empresas, continuará a assessorar o governo na busca por políticas eficazes de segurança alimentar. A nação se une nesse compromisso de erradicar a fome e promover a dignidade de todos os cidadãos brasileiros.

Fotos: Ricardo Stuckert / PR

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.