MORADORES DA CIDADE NOVA LOTAM CÂMARA DE ESTÂNCIA E APÓS GRITOS E PROTESTOS, PROJETO DE GILSON ANDRADE É RETIRADO DA PAUTA; VEJA VÍDEO


Na tribuna os vereadores Sandro de Bibi, Dode e Zé da Paz pediram desculpas pelo voto favorável no mandato passado que acabou retirando geograficamente parte do bairro para compor o bairro Pedro Barreto Siqueira. Outros reconheceram que não se atentaram para as demarcações do projeto e que jamais votariam em um projeto que prejudicasse o bairro Valter Cardoso Costa (Cidade Nova). No entanto, o vereador Sandro de Bibi, relatou que o próprio prefeito foi pego de calças curtas com o projeto. Será? Se a autoria do projeto é do Executivo? Tem secretário querendo prejudicar o prefeito?

O vereador Isaías Nego Bia (PSOL), juntamente com várias lideranças do bairro, como: Selmira, Jorge, Neto Souza, Edinaldo, dentre tantas outras, realizaram uma ótima mobilização, que contou também com o apoio dos servidores que estavam reivindicando por seus direitos.

Na tribuna praticamente todos os vereadores se posicionaram à favor da revogação do projeto, aprovado no atropelo em 2020, que demarca os bairros de Estância. Porém, após ser lido pelo pleno, com a nova proposta enviada pelo prefeito, os moradores observaram que o Residencial Colorado que em sua maior parte está geograficamente dentro do conjunto Valadares, pertencente à Cidade Nova, seria a única alteração passando a pertencer ao bairro Pedro Barreto Siqueira. Então o povo se rebelou, fez barulho e a sessão foi suspensa para uma reunião de emergência dos vereadores da base e da oposição.

Quando a sessão foi reiniciada e após tratativas o projeto foi retirado da pauta, ficando decidido que o Executivo enviará novo projeto com as demarcações ficando também o Colorado dentro do bairro Cidade Nova. A força do povo fez o prefeito Gilson Andrade reavaliar a sua posição.

Lideranças políticas como Márcio Souza (PSOL), Dominguinhos Machado (PT), o secretário de Urbanismo, Renato Silva Júnior, dentre outra lideranças políticas acompanharam de perto o desenrolar da problemática.

Veja vídeo dos moradores na Câmara Municipal:

Por Cláudio Hiroshy

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.