Prefeitura de Estância e feirantes se reúnem para discutir situação da feira livre do município


Em meio às intervenções que estão sendo propostas pelo Ministério Público para uma readequação da feira livre de Estância, a Prefeitura do município se reuniu na manhã desta terça-feira, 15, com representantes de diversos segmentos de trabalhadores do local. A reunião teve como objetivo ouvir as demandas para que seja feita uma nova proposta de alterações que venham a atender os anseios dos trabalhadores, da municipalidade e da promotoria.

“Estamos abertos ao diálogo e entendemos que já conseguimos avanços. A princípio a proposta do MP era para apenas 2 dias de feira aqui na região central e nós conseguimos fazer com que apenas nas terças-feiras não houvesse a feira, nos demais dias, a comercialização está mantida, havendo apenas alterações nos horários de montagem das bancas e comercialização dos produtos”, disse o prefeito Gilson Andrade.

Durante a reunião, os feirantes fizeram uma breve explanação dos problemas atuais e foram feitos alguns pedidos a municipalidade. Algumas sugestões também foram apresentadas e serão levadas ao conhecimento da promotoria, a exemplo da padronização do tamanho e lona das bancas, horários de montagem e retiradas e carga e descarga de mercadorias. Os feirantes também reivindicaram para que fosse autorizado que as bancas pudessem ficar montadas de sexta para sábado.

Essa foi a terceira reunião de alinhamento e construção de melhorias para a feira de Estância. Em outras oportunidades foram realizadas reuniões com os fiscais da feira, SMTT e Guarda Municipal para alinhar o cumprimento das medidas que o MP recomenda. Nesta terça, participaram da reunião, além do Prefeito Gilson, o Secretário Renato Silva Júnior e, representantes dos fiscais e dos trabalhadores da feira.

“A gestão sempre dialogou com as categorias de classe, e não seria diferente com os feirantes”, destacou Renato Silva Júnior.

Os feirantes Dalmo Mazê e Carlão disseram que a reunião foi produtiva e que estão satisfeitos com o resultado

Fonte: SECOM/PME

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.