SERVIDORES REJEITAM PROPOSTA SALARIAL APRESENTADA POR GILSON ANDRADE E ANDRÉ GRAÇA


Na manhã de hoje, 19, Isaías Negobia, presidente do Sindseme, protocolou um ofício na Secretaria de Administração, refletindo a resposta dos servidores públicos do município de Estância, deliberada na assembleia ocorrida na tarde de ontem, 18. O documento expressava a rejeição à proposta salarial apresentada pela administração de Gilson Andrade e André Graça.

Negobia destacou a insatisfação das diversas categorias com a proposta que oferece apenas uma recomposição salarial mínima e um valor irrisório no auxílio alimentação, representando apenas R$ 18,45. “É inaceitável que, ao longo de 8 anos, o servidor receba um reajuste de apenas R$ 1,33 por mês. Isso demonstra uma clara falta de valorização dos trabalhadores públicos”, enfatizou.

Durante a assembleia, os servidores públicos rejeitaram unanimemente a proposta apresentada pela administração. De acordo com Isaías Negobia, mais de 200 servidores continuarão recebendo salário-base abaixo do salário mínimo. “No caso desses servidores, o salário-base não ultrapassa os R$ 1.100,00, o que reflete uma política de desvalorização das categorias profissionais do município”, acrescentou.

A luta por melhores condições de trabalho e remuneração para os servidores públicos de Estância vai continuar, até que uma proposta mais justa e satisfatória seja apresentada.

Fonte e texto: Assessoria do SINDSEME

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.